Usar a calculadora Planilha de Dados
Avança

A Calculadora 2050 é uma ferramenta que permite a construção de diferentes cenários energéticos para o horizonte até 2050. Para cada cenário, apresenta seu impacto em termos de emissões de gases de efeito estufa (GEE), composição da matriz energética, dependência externa de energia, representados em gráficos e tabelas gerados automaticamente.

Através do balanço entre oferta e demanda de energia e de medidas de expansão da oferta e eficientização da demanda, a Calculadora 2050 permite identificar uma série de cenários possíveis para o futuro. Os resultados dos cenários abrem uma discussão sobre o futuro do sistema energético nacional e áreas com maior potencial de mitigação de emissões de GEE.

Todas as premissas e cálculos são provenientes do arquivo em Excel, que está disponível.

A ferramenta foi desenvolvida inicialmente pelo governo do Reino Unido, e já foi adaptada para países como China, Índia, Colômbia, México, África do Sul, Japão, Coreia do Sul, Bélgica, entre outros. A Calculadora brasileira foi desenvolvida pela EPE, com o suporte do Departamento de Energia e Mudanças Climáticas do Reino Unido (atual BEIS) e da Embaixada Britânica no Brasil. Os cenários de oferta e demanda foram elaborados pela COPPE/UFRJ conjuntamente com a EPE, e discutidos em dois Workshops realizados na EPE com especialistas.

Retrocede Avança

A Calculadora 2050 não gera previsões. É um exercício de construção de cenários, sem indicar projeções tampouco suas probabilidades de ocorrência no futuro.

A Calculadora não é um modelo energético de otimização. Ela é uma plataforma para calcular o balanço de energia de diversas combinações de oferta e demanda, e indica as implicações de cada cenário contruído pelo usuário. A Calculadora 2050 ilustra a discussão sobre planejamento energético, sem a pretensão de indicar uma única resposta.

A Calculadora leva em consideração a disponibilidade potencial dos recursos naturais do país, e fatores em contextos pessimistas e otimistas em termos de políticas públicas e outras premissas. Então é uma ferramenta para se ter uma visão geral do sistema energético e fomentar o debate acerca da matriz energética brasileira.

As implicações dos cenários, como segurança energética, renovabilidade e emissões de CO₂ são meramente indicativas, e não estimativas robustas. Portanto, este é um exercício de construção de cenários, e não uma modelagem energética em si.

Retrocede Avança

O contexto macroeconômico é baseado em um único cenário e não pode ser editado pelo usuário. Parâmetros como demografia, PIB e demanda energética são os mesmos que subsidiaram a pretendida Contribuição Nacionalmente Determinada (iNDC, na sigla em inglês) brasileira no que se refere à produção e uso da energia. As contribuições foram apresentadas na 21ª Conferência das Partes (COP-21) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, realizada em Paris, em dezembro de 2015. Maiores detalhes sobre a metodologia do cenário macroeconômico estão disponíveis no site da EPE (English version).

Retrocede
  • Coordenação Executiva

  • Ricardo Gorini de Oliveira
  • Coordenação Técnica

  • Jeferson Borghetti Soares
  • Equipe da Calculadora

  • Bianca Nunes de Oliveira
  • Daniel Vasconcellos de Sousa Stilpen
  • Márcio José Casici
  • Patrícia Messer Rosenblum
  • Superintendência de Estudos Econômicos e Energéticos

  • Ana Cristina Braga Maia
  • André Luiz Rodrigues Osório
  • Arnaldo dos Santos Junior
  • Fernanda Marques Pereira
  • Gabriel Konzen
  • Gustavo Naciff de Andrade
  • Luciano Basto Oliveira
  • Luiz Gustavo Silva de Oliveira
  • Marcelo Costa Almeida
  • Marcos Suzano da Costa de P. Pereira
  • Maria Luiza Viana Lisboa
  • Natália Gonçalves de Moraes
  • Renata de Azevedo Moreira da Silva
  • Superintendência de Meio Ambiente

  • Ana Dantas Mendez de Mattos
  • Cristiane Moutinho Coelho
  • Guilherme de Paula Salgado
  • Gustavo Fernando Schmidt
  • Marcos Ribeiro Conde
  • Paula Cunha Coutinho
  • Superintendência de Tecnologia da Informação e Comunicações

  • Alexandre Fonseca de Moraes
  • Hélio Mendes de Sá Formiga